Acidente Vascular Cerebral, AVC.

O acidente vascular cerebral (AVC), ou derrame cerebral, acontece no momento em que há um entupimento ou a abertura dos vasos que levam sangue ao cérebro provocando a imobilidade da setor cerebral que ficou sem circulação sanguínea adequada. Existem dois tipos de AVC, o Isquêmico quando há um entupimento dos vasos que levam sangue ao cérebro e o Hemorrágico quando há uma abertura do vaso provocando sangramento no cérebro.

AVC

Os sintomas

  • Redução ou ausência súbita do vigor no rosto, braço ou perna de um lado do corpo
  • Alteração súbita da receptividade com percepção de formigamento no rosto, braço ou perna de um lado do corpo
  • Redução súbita da visão em um olho ou dois
  • Alteração aguda da fala, inclusive dificuldade para falar, demonstrar ou para compreender a fala
  • Dor de cabeça súbita e intensa sem razão clara
  • Alteração, tontura súbita intensa e descontrole agregado a náuseas ou vômitos.

avc

Tratamentos

O tratamento e a recuperação do indivíduo vitimada por um AVC dependerá constantemente das particularidades que envolvam cada caso. Há recursos terapêuticos que são capazes de ajudar na restauração das utilidades afetadas. Para que o paciente possa ter uma melhor recuperação e qualidade de vida, é essencial que ele seja analisado e abordado por uma equipe interdisciplinar de profissionais da saúde, fisioterapeutas, médicos, psicólogos e demais profissionais. Seja qual for a forma do acidente, os resultados são muito fortes. Além de estar entre os principais motivos de morte mundiais, o AVC é uma das patologias que mais incapacitam para a prática de atividades cotidianas.

De acordo com a região cerebral atingida, bem como de acordo com a área das lesões, o AVC pode alternar entre 2 opostos. Os de menor intensidade provavelmente não deixam sequelas. Os mais graves, entretanto, são capazes de provocar nos indivíduos à morte ou a um estado de absoluta submissão, sem condições, por vezes, de nem sequer sair da cama.

O indivíduo pode sentir muitos problemas, como modificações comportamentais e cognitivas, dificuldades na fala, dificuldade para se alimentar, constipação intestinal, epilepsia vascular, stress e outras implicações consecutivas da imobilidade e pelo acometimento muscular. Um dos elementos determinantes para os tipos de resultados provocados é o tempo decorrido entre o início do AVC e a recepção do tratamento preciso. Para que o perigo de sequelas seja incrivelmente abatido, o acertado é que a vítima seja levada de imediato a clínica.

Os remédios usados no tratamento do AVC são frequentemente recomendados para evitar futuros problemas, como de doenças cardiovasculares. Para casos como este, a sinvastatina costuma ser o medicamento mais prescritos por médicos.

Prevenindo

Vários elementos de perigo contribuem para o seu surgimento. Alguns desses elementos não são capazes de ser alterados, como a idade , a genética e o sexo. Mais elementos, no entanto, são capazes de ser diagnosticados e tratados, tais como a hipertensão (pressão alta), a diabete mellitus, as doenças cardíacas, a dor de cabeça intensa, o consumo de anticoncepcionais hormonais, o consumo de bebidas alcoólicas, o cigarro, o sedentarismo (falta de atividades físicas) e a obesidade. O acerto das práticas de vida diária é crucial para a prevenção do AVC.

Veja também:

AVC, Wikipédia.

Você também pode gostar de ver:

A Depressão

Epilepsia, Ataque epilético mais conhecido como Convulsão

O mal de Parkinson

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *